Defender a democracia é defender o direito da liberdade de escolha e expressão. No Estado Democrático, ninguém tem poder para impedir o eleitor de fazer a escolha que achar melhor. o problema, no entanto, está em definir o que é MELHOR... Ou seja, melhor para quem? Melhor em que aspecto?

Existe uma resposta para tais perguntas. O eleitor precisa entender que não está elegendo um salvador, não está nem mesmo escolhendo um modelo de gestão perfeita... Isso quer dizer que cada eleitor deverá escolher conforme suas necessidades imediatas. É por isso que cada servidor deveria saber como ficará a máquina pública depois da sua escolha. O debate central é da perspectiva de futuro para o povo brasileiro.

Um candidato defende redução do Estado, com privatizações e extinções de estatais, redução de direitos trabalhistas com implementação das reformas trabalhista e previdenciária para cortar mais direitos da classe trabalhadora, ataques aos funcionários públicos e suas conquistas, cortes nos programas sociais como os de acesso a universidade, a morada popular e de fortalecimento da renda, bem como fala em estagnar os reajustes salariais e aumentar os lucros empresariais, dos patrões. Este é o projeto de Jair Bolsonaro.

De outro lado, temos a reafirmação do Estado enquanto indutor do desenvolvimento nacional, da geração de empregos, da retomada dos direitos trabalhistas, da afirmação de programas sociais como o fortalecimento da educação, do acesso a universidade, do fortalecimento de programas de habilitação social, da revogação dos congelamentos nas áreas de saúde, educação e segurança e, retomar os investimentos nestas áreas para atender a classe trabalhadora, que são a maioria do povo. A defesa da indústria, enquanto indutora do desenvolvimento e da geração de empregos, redução dos juros bancários para empresas e trabalhadores, possibilitando investimentos na produção e no consumo. Este é o projeto de Fernando Haddad.

É uma escolha difícil que não pode ser feita na base do emocional. Não se trata de escolher qual partido político preferimos. Mas da escolha de um projeto  que esteja o mais próximo possível daquilo que o servidor deseja para sua profissão e local de trabalho.

Antes do voto, pense no que você deseja para sua segurança, liberdade e paz para você e seus filhos. Considere os vários exemplos de empresas públicas privatizadas: você está pagando menos pelos serviços agora? Pense na dificuldade que seus filhos e netos terão para se aposentar. Tenha certeza que o candidato que você escolher garantirá novos concursos públicos. O seu voto definirá o futuro da sua família.

 

Comments fornecido por CComment