Ciente dos enormes desafios políticos propostos pelo governo de transição, capitaneado pelo controverso presidente Michel Temer (PMDB); a diretoria está construindo sua agenda de trabalho para este primeiro semestre. Nela, os diretores ratificam o seu principal compromisso: a defesa intransigente dos direitos dos servidores. Escrever um comentário (0 Comentários)